C o l u n a M a r i a n a

CONSAGRAR-SE OU ENTREGAR-SE?

Dom Murilo Krieger, scj
Com Maria, a mãe de Jesus.
Paulinas. Pág. 310.

Uma vez que a expressão “Consagração a Nossa Senhora”, pode ser uma fonte de mal entendidos e, para evita-los é preciso dar uma série de explicações, muitos preferem usar a expressão “entrega a Nossa Senhora”.


Na verdade, numa consagração, a iniciativa é de Deus. Ele é que nos consagra a si, isto é, nos escolhe, nos toma à parte e nos dá uma missão especial. Somos seus. Nossa entrega a Maria tem como finalidade beneficiar-se de sua intercessão para fortalecer nossa escolha de Deus como amor maior de nossa vida. Imita-la, para, como ela, crescer de um sim a outro sim, num esforço renovado para fazer a vontade do Pai; e, atentos a seu exemplo estar unidos ás necessidades que nos cercam. A expressão “ato de entrega a Nossa Senhora” tem, pois, o mesmo sentido, os mesmos objetivos e a mesma profundidade da expressão “Consagração a Nossa Senhora” – e não necessita de muitas explicações.


Oração de consagração a Nossa Senhora

Ó minha Senhora e minha mãe,
Eu me ofereço todo a vós
e, em prova da minha devoção para convosco,
vos consagro neste dia,
meus olhos, meus ouvidos, minha boca
e inteiramente todo o meu ser.
E porque sou vosso, ó incomparável mãe,
Guardai-me, defendei-me
Como filho e propriedade vossa. Amém.

Comentários