A Paz é fruto da justiça

Todos os dias nós abrimos os jornais, ou ligamos a tv, ouvimos o rádio e nos defrontamos com notícias de violência que ferem a nossa consciência cristã. A cidade, o Estado, o país e o mundo enfrentam cada vez maiores situações de violências físicas, morais, verbais, simbólicas, etc. e, o que é pior, a banalização dessas notícias vão, aos poucos, nos deixando acostumados a elas. Mas isso não pode ser assim. O avanço dos casos de violência já passaram do limite há muito tempo e não podemos ficar alheios à essa situação simplesmente nos indignando de forma passiva e nada mais. Por isso mesmo a Igreja, a partir da Campanha da Fraternidade de da CNBB/2009, chama toda a sociedade, sobretudo os católicos, a procurarem agir de forma consciente e assumir de maneira mais cidadã o seu modo de ser cristão no mundo.

Enquanto cristãos e cidadãos devemos clamar por mais justiça, por mais segurança, por mais esforço da parte de cada um para que a sociedade chegue a ser o espaço de convivência fraterna que todos precisamos. Faz-se necessário maior empenho para que a paz não seja apenas um discurso bonito, mas uma realidade que se estabeleça a cada dia por meio de nossa ação solidária, e também de cobranças mais efetivas junto às autoridades que administram a coisa pública.
Convém aproveitarmos desta campanha da fraternidade para ficarmos mais atentos às leis e ao direito de todos à segurança e à felicidade, denunciando os casos de violência e de abuso que sofrem, sobretudo, os mais fracos. É tarefa nossa sermos solidários com quem sofre e justos com quem deve, ainda, respeitar as normas da convivência social.


Equipe Harmonia Extra

Comentários