Pular para o conteúdo principal

A Feiura do Preconceito

Por Anselmo Cabral

Qualquer pessoa que se considera cristã conhece, ou deve conhecer, o maior mandamento, aquele no qual Jesus concentrou toda a sabedoria das escrituras: ‘Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo’. É importante pensar sempre sobre este aspecto da Palavra sobre o qual deveremos um dia ser julgados: a lei do amor. Em nossa vida cristã, corremos o risco de ouvir várias vezes a Palavra de Deus a ponto de nos acostumarmos tanto a ela sem deixar que ela nos inquiete, nos incomode, nos leve a uma reflexão verdadeira e pessoal.

Amar ao próximo como a si mesmo, significa usar com as outras pessoas a mesma misericórdia que usamos com nossas próprias fraquezas e procurar olhar os irmãos e irmãs com olhar de bondade e misericórdia, como Jesus olha para todos nós.

É curioso como, em não poucas situações, percebemos que nos confessamos cristãos, seguidores e imitadores do meigo e santo Jesus, que procura compreender, amar e perdoar, mas nem sempre nossa prática está basicamente comprometida com a postura do nosso Mestre. Quantas vezes nos deixamos contagiar com a tentação de julgar as pessoas e de tratá-las não como Jesus quer que nos tratemos (com amor e fraternidade), e sequer nos aproximamos delas, ou se o fazemos, já nos achegamos usando os óculos com a lente do preconceito, vendo o irmão ou a irmã com a visão distorcida por um conjunto de “valores” que nos impede de ver a pessoa como ela de fato é: santa e pecadora,como eu e você também somos.

O preconceito e, pior ainda, a discriminação, não nos faz melhores que os outros. Pelo contrário, trata-se de um contra-testemunho de nossa própria fé, já que quando geramos a discórdia, estamos certamente quebrando a unidade, destruindo a comunhão e realizando um contra-serviço à causa do Reino. Já vi pessoas em situações de necessidade, precisando de ajuda, de carinho, de força, de amizade e de solidariedade, pessoas em momentos de dificuldade na vida ficarem praticamente sozinhas e tendo o peso do seu sofrimento aumentado pela solidão, porque outros, ditos e tidos como cristãos, se afastaram delas para não serem vistos a seu lado e assim terem sua dignidade abalada. Mas também já vi gente corajosa, gente que chegou perto, que abraçou, que viu no outro o Cristo sofredor e se aproximou para ajudar mesmo que com isso pudesse também ser alvo de críticas. Jesus fez e ainda faria a mesma coisa.
Em nossa vida de cristãos, devemos ser como bons samaritanos. Aqueles que mais sofrem pelo preconceito são os que mais precisam de nós (que queremos ser presença de Cristo no mundo).

Cristãos, que somos, devemos lembrar que o coração de Jesus realizou os atos mais bonitos justamente com aqueles a quem a sociedade de seu tempo já tinha julgado e condenado. Não fazer como Jesus fez pode nos afastar da prática cristã e nos revelar, ao contrário, meros fariseus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mensagem para o Dia Internacional da Mulher - Missa dos jovens 17h

Igreja Bom Jesus do Arraial
Grupo: Maria: Rainha dos Apóstolos


Dia Internacional da Mulher


Ser mulher...
É viver mil vezes em apenas uma vida
É lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora.
É estar antes de ontem e depois do amanhã
É desconhecer a palavra recompensa
Apesar de seus atos.
Ser mulher...
É chorar de alegria e muitas vezes
Sorrir com tristeza.
É acreditar quando ninguém mais acredita.
É cancelar sonhos em prol de terceiros.
É esperar quando ninguém mais espera.

Ser mulher...
É estar em mil lugares de uma só vez.
É fazer mil papeis ao mesmo tempo.
É ser forte e fingir que frágil...
Para ter um carinho.
Parabéns mulher!
Não pelo oito de março;
Mas,
Por serem mulheres...
Fortes e Lutadoras,
Duras e fracas,
Mulheres de todas as raças,
Mulheres guerreiras,
Mulheres sem fronteiras,
Mulheres de beijo e abraço

Parabéns pelo dia 8 de março


Confira as fotos da entrega das tulipas feita pelo grupo jovem Maria: Rainha dos Apóstolos:

http://www.vibeflog.com/igrejadaharmonia

Andor de Nossa Senhora da Conceição

O blog Harmonia Extra traz em primeira mão para todos os internautas que acompanham o informativo através da internet, como foi os preparativos do andor com a imagem de Nossa Senhora da Conceição.

Com muita fé e amor, o cabelereiro e decorador Silvio com sua equipe, foi quem fez a decoração completa do andor. Este ano, em homenagem a França, o andor foi revestido por rosas vermelhas, azuis e brancas. Nos pés da imagem foi construída uma pequena cidade cenográfica que retrata o tema da Festa “Maria, Um Olhar Sobre a Cidade”.

Antes:   




















Depois:









Equipe que ajudou na Decoração do Andor de Nossa Senhora da Conceição

Entrega de novas fitas do Apostolado da Oração

Na primeira sexta feira do mês de julho, dia 01, tivemos a cerimônia da entrega das fitas às novas zeladas do Apostolado da Oração de nossa paróquia bem como a passagem de antigas zeladas para zeladoras.
Com o recebimento do manual e da patente as novas zeladas incorporam-se a um movimento centrado na devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A devoção ao Sagrado Coração de Jesus iniciou-se ao pé da cruz no momento em que o soldado com uma lança perfurou lhe o lado abrindo Seu coração. O 'Apostolado da Oração teve seu início na França em uma casa de estudos em Valsperto de Le Puy. Crescia nos estudantes de teologia e filosofia, presos em seus livros e temas escolares, o anseio de realizar algum apostolado direto nas paróquias junto ao povo. Inspirado pelo Espírito Santo Pe Francisco Xavier Gautrelet, jesuíta, no dia 3 de dezembro de 1844 lançou essa luminosa idéia: oferecer seus trabalhos e estudos, sacrifícios e alegrias, oferecendo tudo, em espírito apostólico, nascendo assim o Aposto…