quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Entrevista com Anselomo Cabral - Membro da Pascom Harmonia Extra


Participou do Primeiro Encontro Nacional dos Cooperadores Paulinos para o Evangelhoe nos fala sobre a importância deste encontro para a pastoral da comunicação...


HE- Anselmo, quem são os Cooperadores Paulinos para o Evangelho?

Anselmo– Todos nós conhecemos e, de algum modo, direto ou indireto, já tomamos contato com o apostolado da família paulina, composta pelos padres, irmãos e irmãs paulinas (que produzem edições católicas e outras mídias de evangelização) e também pelas Discípulas do Divino Mestre que exercem na Igreja o apostolado litúrgico. Os Cooperadores Paulinos fazem parte de uma associação de pessoas fiéis leigas que querem cooperar para que a missão da família paulina possa chegar a um número cada vez maior de pessoas, por acreditarem que este apostolado da comunicação é capaz de fazer Jesus Cristo mais conhecido, seguido e amado.

HE- Onde aconteceu, quem foram as pessoas que participaram e o que foi comunicado neste Primeiro Encontro dos Cooperadores Paulinos para o Evangelho?

Anselmo- O encontro aconteceu na Casa de Oração das Irmãs Paulinas, em São Paulo entre os dias 10 e 12 de outubro de 2009. Estiveram presentes mais de noventa pessoas de todas as regiões do Brasil. Nestes dias as irmãs ministram palestras sobre o carisma e a espiritualidade da Família Paulina, deixando claro que é a oração e a consagração a Jesus Cristo Mestre, Caminho, Verdade e Vida quem sustenta e dá vida e sentido ao apostolado das edições. Ainda tivemos momentos de retiro, de convivência fraterna e um importante momento de visita ao parque gráfico da editora paulinas onde são produzidos os livros que podemos encontrar nas livrarias das irmãs.

HE- Qual a importância de sua participação neste encontro para seu trabalho na Pastoral da Comunicação em nossa paróquia?

Anselmo- As irmãs paulinas têm o que nós podemos chamar de know-how, ou seja, sua congregação tem 90 anos de experiência em comunicação cristã de excelente qualidade reconhecida por todos, católicos e não-católicos. Nós estamos apenas iniciando uma pastoral da comunicação em nossa paróquia que já se inicia com vocação para o serviço, a fraternidade e o crescimento. Estar presente neste encontro, para nós, significa um momento de grande significado: humildade para aprendermos comunicação católica com pessoas que sabem fazê-la e sabedoria para dar início à nossa pastoral sob a bênção e o apoio de são Paulo, o apóstolo que soube fazer comunicação cristã com os meios de que dispunha em seu tempo e em seu mundo. Hoje, assim como a família paulina, nós da Pastoral da Comunicação Harmonia Extra também queremos evangelizar e animar a comunidade, seguindo o exemplo de são Paulo Apóstolo.

HE- Qual o resultado concreto de sua participação no Primeiro Encontro dos Cooperadores Paulinos para o Evangelho?

Anselmo- Estar em contato com pessoas que lidam com comunicação pastoral nas mais diferentes realidades do país já é uma experiência enriquecedora, conhecer a espiritualidade paulina em comunhão com estes evangelizadores leigos de todo o Brasil é um outro importante diferencial para quem sabe que não pode confiar nas próprias forças para fazer um trabalho que é todo de Deus. E ainda mais: Observar o modo de fazer as coisas das irmãs, com seriedade, competência, profissionalismo, espiritualidade, humanismo e tamanha simpatia nos faz entender o quanto devemos estar atentos para os constantes e sempre necessários aprendizados e esforços para fazer avançar a nossa missão de anunciar Jesus Cristo no contexto paroquial.

Nenhum comentário: