A origem do Santo Rosário

O Rosário da Virgem Maria (Rosarium Virginis Mariae), que ao sopro do Espírito de Deus se foi formando gradualmente no segundo Milénio, é oração amada por numerosos Santos e estimulada pelo Magistério da Igreja”. (Carta Apostólica Rosarium Virginis Mariae do Papa João Paulo II). “A piedade medieval do Ocidente desenvolveu a oração do Rosário como alternativa popular à Oração das Horas,” (CIC 2678), que comumente chamamos Ofício Divino ou Breviário. “Dado que os monges rezavam os salmos (150), os leigos, que em sua maioria não sabiam ler, aprenderam a rezar 150 Pai nossos. Com o passar do tempo, se formaram outros três saltérios com 150 Ave Marias, 150 louvores em honra a Jesus e 150 louvores em honra a Maria”. (Acidigital).

No ano 1365 fez-se uma combinação dos quatro saltérios, dividindo as 150 Ave Marias em 15 dezenas e colocando um Pai nosso no início de cada uma delas. Em 1500 ficou estabelecido, para cada dezena a meditação de um episódio da vida de Jesus ou Maria, e assim surgiu o Rosário de quinze mistérios”. (Acidigital)

http://recantodasletras.uol.com.br


Em 2002 o papa João Paulo II adicionou ao rosário os mistérios luminosos para serem contemplados nas quartas-feiras

Comentários