terça-feira, 1 de junho de 2010

Ciclo Junino

Por: Pedro Gomes

Os festejos juninos no Brasil e em particular no Nordeste foram introduzidos desde o início da colonização portuguesa e influenciaram diretamente o costume de nosso povo.

As festas em homenagem aos santos caracterizam valores herdados, bem como as crenças, músicas, danças e comidas típicas. A origem desses festejos no Brasil remonta da primeira metade do século XVI, tendo como referência bibliográfica os escritos de Frei Vicente de Salvador: “As fogueiras, os fogos de artifício, as brincadeiras, o pagamento de promessas e outras tantas crendices, atraiam silvícolas e camponeses à capela. Missas eram celebradas, se contavam histórias, faziam-se adivinhações. Os padres procuravam conquistar aos neo cristãos e lhes fortificar a fé católica.”

No Nordeste, as festas juninas estão diretamente vinculadas ao início da colheita do milho e é sobre esse alimento que se concentra toda a culinária de época.

Na noite do dia 23, véspera do dia de São João, convencionou-se por tradição acender as famosas fogueiras votivas e soltar variados tipos de fogos, para agradecer a fertilidade da terra.

Além desses atrativos, outro aspecto cultural advindo da  Europa é a tradicional quadrilha, dança que abria os bailes da corte em qualquer país europeu e que aqui foi adaptada aos nossos costumes, onde o marcador vai anunciando os passos, no total de trinta, através de nomes aportuguesados do francês como por exemplo:

“Anavantur, anarriêr”, entre outros. Homens e mulheres em fila indiana ficam um de frente para o outro e a cada determinação de passo se desdobram ao toque da sanfona, triângulo e zabumba, instrumentos musicais de percussão típicos dessa dança. Ainda dentro da vasta variedade cultural junina temos os enfeites, balões, bandeirinhas, o casamento matuto, em que se interpreta um matrimônio “debochado”, da severidade dos pais.

Por fim, não se pode deixar de falar nas comidas típicas dessa época, pamonha, canjica, mungunzá, milho cozido, milho assado, bolo de milho verde, bolo de fubá, pé-de-moleque, etc., guloseimas que certamente encontram fácil aceitação no paladar de qualquer pessoa. Portanto, nesse São João, divirta-se! ... é festa, é copa do mundo, torça bastante pelo Brasil, mas na hora de acender a fogueira e de soltar os fogos de artifício tenha bastante cuidado, com fogo não se brinca e não solte balões na cidade, pois pode provocar acidentes e incêndios. No mais, Feliz São João para todos!!!

Nenhum comentário: