terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Natal: um novo tempo

Por: Anama

O sinal do natal é uma estrela, uma luz na escuridão. Não a vejas fora de ti, mas brilhando no céu interior e aceita-a como o sinal de que o tempo de Cristo veio. Ele vem sem nada exigir. Ele não pede nenhum sacrifício de ninguém. Na presença de Cristo, toda a idéia de sacrifício perde qualquer significado, pois Ele é o anfitrião de Deus.

Nesse natal, dá ao Espírito Santo tudo  que iria ferir-te. Deixa que sejas completamente curado, de modo que possas unir-te a Ele na cura e festejemos nossa liberação juntos, liberando todas as pessoas conosco. Não deixes nada para trás, pois a liberação é total e quando tu a tiveres aceito tu a darás. Toda dor, todo sacrifício e toda pequenez desaparecerão em nosso relacionamento, que é tão inocente e tão poderoso quanto o nosso relacionamento com o Pai. A dor nos será trazida e desaparecerá na nossa presença e sem dor não pode haver sacrifício. E sem sacrifício tem que haver amor. Não deixes nenhum desespero escurecer a alegria do natal, pois o tempo de Cristo não tem significado à margem da alegria. Vamos nos unir na celebração da paz, sem pedir sacrifício algum de pessoa alguma, pois assim oferecemos o amor que o Pai nos oferece. Esse é o tempo em que logo um novo ano nascerá do tempo de Cristo.


Tenhamos fé perfeita, no sentido de que faremos tudo o que queremos realizar. Assim começará o ano em alegria e liberdade. Há muito a fazer e nós estamos muito atrasados. Aceitemos o instante santo enquanto esse ano nasce e tomemos o nosso lugar, por tanto tempo vago, no Grande Despertar. Façamos com que esse ano seja diferente fazendo com que tudo seja o mesmo. E permitamos que todos os nossos relacionamentos sejam santificados. Essa é a nossa vontade. Amém.

Nenhum comentário: