quinta-feira, 9 de junho de 2011

Missa e coletiva marcam Dia Mundial das Comunicações

Uma missa solene e uma coletiva com a imprensa marcaram o Dia Mundial das Comunicações Sociais, na Arquidiocese de Olinda e Recife. Os eventos conduzidos pelo arcebispo, dom Antônio Fernando Saburido, foram realizados, ontem pela manhã, na Catedral da Sé, em Olinda. Agentes das Pastorais da Comunicação da arquidiocese, jornalistas e demais fiéis refletiram a mensagem do papa Bento XVI, feita especialmente para este dia, intitulada de “Verdade, anúncio e autenticidade de vida na Era Digital”. Na celebração eucarística também houve a profissão de fé e juramento de fidelidade de quatro seminaristas candidatos ao diaconato, e a posse dos presidentes das comissões pastorais para a Educação e Cultura, e Juventude.

Há 45 anos a Igreja Católica celebra no dia da Ascensão do Senhor, o Dia
Mundial das Comunicações Sociais. O fato foi lembrado por dom Saburido, que afirmou que a data não é uma simples comemoração, mas a prova de que a Igreja sempre está atenta as mudanças sociais, principalmente no campo da comunicação, na promoção do crescimento humano. Na homilia, o religioso citou a recomendação do Documento de Aparecida, fazendo uma analogia com o Evangelho. “Antes de subir aos céus o Senhor reforçou a necessidade da missão. Para nós cristãos a missão e o discipulado são faces da mesma moeda”, disse. E acrescentou: “Que sejamos missionários também nos meios de comunicação, ajudando a propagar o Reino de Deus, assim como nos orienta o papa”.

Na entrevista coletiva, o arcebispo detalhou para os repórteres a mensagem do papa Bento XVI para o Dia Mundial das Comunicações. “Usar as novas mídias de forma digna e honesta, com o objetivo de informar para o bem de todos, é isso que nos pede o papa”, explicou. Dom Fernando destacou ainda, a importância da imprensa na construção de uma sociedade mais justa. Ele também agradeceu a colaboração da mídia na divulgação dos trabalhos e eventos da arquidiocese.

Nomeações – Durante a missa foram feitas as leituras das duas provisões que nomeiam os presidentes das novas comissões arquidiocesanas de pastoral. O capuchinho, frei Rinaldo Pereira ficará à frente da Comissão de Educação e Cultura. “A primeira ação vai ser estabelecer um diálogo com as instituições que já desenvolvem um trabalho de evangelização por meio da educação e da cultura”, adiantou o frei.



Coordenador do Setor Juventude da arquidiocese desde 2009, o padreGimesson da Silva, foi nomeado o presidente da recém-criada Comissão Arquidiocesana para a Juventude. “Vamos potencializar o trabalho que já desenvolvemos no território arquidiocesano, melhorando a rede que temos entre as pastorais, movimentos, novas comunidades e outras instituições, inclusive governamentais”. Porém a preocupação maior do sacerdote é combater a violência contra os jovens. “Infelizmente ainda ocupamos o pódio no ranking da violência contra àqueles que deveriam ser prioridade em nossa sociedade”, declarou.

Assessoria de Comunicação AOR

Nenhum comentário: