terça-feira, 27 de setembro de 2011

Dia Nacional da Juventude será no dia 30 de outubro


Os jovens da Arquidiocese de Olinda e Recife (AOR) celebrarão o Dia Nacional da Juventude (DNJ), no dia 30 de outubro, no Colégio São José, na Boa Vista, a partir das 9h. Este ano o tema abordado será “Protagonismo Feminino: jovens mulheres tecendo relações de vida”. Durante o dia, os participantes refletirão sobre o papel da mulher na sociedade e na Igreja.

O encontro é aberto e todos os jovens e grupos são convidados a participar. O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, presidirá a celebração eucarística às 16h. O DNJ 2011 está fundamentado no encontro de Jesus com a mulher samaritana (Jo 4, 1-42). O evento é organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da AOR.

A partir da realidade iluminada pela Palavra de Deus, o DNJ vai debater a superação de situações em que muitas mulheres não têm vida plena, bem como mostra o potencial das jovens mulheres de construírem um mundo mais justo e fraterno. Entre os temas em destaque estarão as mulheres que transformaram o mundo e a violência contra a mulher.

A programação contará com pregações, testemunhos, debates, apresentações de grupos culturais, partilha e muito mais. Organize o seu grupo e venha participar!

O DNJ é a grande celebração de/para/com toda a juventude, onde a cada ano, se propõe um tema de reflexão e ação voltado a realidade juvenil. Por ser uma atividade permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é realizado nas dioceses de todo o País.


DNJ AOR
Quando: 30 de outubro de 2011
Local: Colégio São José (Avenida Conde da Boa Vista, 921 – Boa Vista – Recife/PE)
Horário: 9h às 17h
Entrada: Grátis
Informações: juventudeaor@gmail.com
Fonte: Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Juventude

Arquidiocese de Olinda e Recife diz ‘sim’ à vida em caminhada na Orla de Boa Viagem‏

Por Renata Gabrielle - Assessoria de Comunicação - Arquidiocese de Olinda e Recife

A vida é um direito e como tal deve ser respeitada. Independente de quantos anos tenha o ser ou se começou a ser formado neste instante. Garantir esse bem é a finalidade da ‘5ª Caminhada Arquidiocesana Sim à Vida’ que será realizada no próximo domingo, 2 de outubro, na Orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A concentração tem início às 8h, em frente ao Castelinho. 

A Arquidiocese de Olinda e Recife, através da Comissão Pastoral para a Vida e a Família e em sintonia com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), promove este ato público. “A caminhada é uma importante forma de convergir várias entidades e indivíduos em defesa da vida e dos meios que a promovem, pois esse é o primeiro e mais precioso dom de Deus”, ressalta o presidente da Comissão Arquidiocesana de Pastoral para a Vida e a Família, padre Adriano Chagas.

A caminhada chega ao quinto ano e a expectativa é levar milhares de pessoas à avenida Boa Viagem para protestar contra toda forma de violência que ponha em risco à vida plena. Ano passado cerca de 50 mil pessoas disseram ‘sim’ e encheram de alegria e esperança os dois quilômetros do percurso. “Defender a vida em todas as instâncias desde a concepção até a sua morte natural é obrigação de todos. Não podemos ser omissos diante dos diversos males que diariamente ceifam as vidas dos nossos irmãos”, afirma dom Fernando.

Padre Adriano Chagas, ressalta a necessidade de lutar pela garantia da vida plena. “Diante de tanto ataques que a vida vem sofrendo, é nossa missão reafirmar sua importância inalienável e inegociável. Ele é o fundamento sobre o qual se apóiam todos os demais valores”, disse.

O foco principal do manifesto é o aborto, que segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde através do documento Aborto e Saúde Pública: 20 anos de Pesquisas no Brasil publicado no site do órgão, pelo menos 3,7 milhões de brasileiras entre 15 e 49 anos realizaram aborto. Ou seja, 7,2% das mulheres em idade reprodutiva. Outras formas e fatores que provocam mortes também serão lembrados, entre eles: drogas lícitas e ilícitas, violência doméstica e, em especial, contra a mulher.

A caminhada contará com cinco trios elétricos animados pelos cantores e bandas católicas, frei Damião Silva, Chiquinho de Jesus, Ministério de Música da Comunidade Shalom, Coração Novo e Banda Luz. Além da participação do cantor e compositor, Israel Filho. Dom Fernando Saburido, em cima de um dos trios elétricos, dirigirá uma mensagem em prol da vida. Em seguida, ele descerá e caminhará com os presentes até o 2º Jardim, onde às 13h, fará o discurso final e concederá a bênção.

Missas - As missas realizadas no domingo pela manhã em toda a arquidiocese foram canceladas a pedido de dom Fernando para que os católicos possam participar da caminhada. A celebração eucarística celebrada pelo arcebispo na Catedral da Sé, em Olinda, também não será realizada, no dia 2 de outubro.

Caminhada – A ‘5ª Caminhada Arquidiocesana Sim à Vida’ faz parte da Semana da Vida, realizada de 1º a 7 de outubro, período em que serão feitas, em todo o país, ações que ajudem a valorizar a vida humana em todas as suas etapas. 

Camisas – As camisas da caminhada custam R$ 10,00 e podem ser adquiridas nas 105 paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife através da Pastoral Familiar ou na Pastoral da Comunicação arquidiocesana. Mais informações pelo telefone: 3453-4958.

Twitter - Você também pode dizer ‘sim à vida’ divulgando a caminhada através das redes sociais. Use a hastag #EuDigoSimaVida


5ª Caminhada Arquidiocesana “Sim à Vida”
Local:
 Orla de Boa Viagem – Recife (em frente ao Castelinho)
Dia: 2 de outubro de 2011
Horário: 9h

Com Jesus, em missão

Com este tema realizou-se a 76ª Festa do Bom Jesus do Arraial. Alguns padres convidados celebraram conosco o tríduo.

A procissão saiu da Praça do Trabalho em direção à Matriz onde a missa solene de encerramento foi
presidida pelo nosso vigário episcopal Monsenhor Frei Joaquim. Comemoramos estes setenta e seis anos com conquistas significativas como a criação de algumas pastorais: Saúde, Idoso, Criança entre outras. Também movimentos como o Apostolado da Oração, Legião de Maria e Terço dos Homens se fortalecem
juntamente aos trabalhos das Voluntárias da Caridade e Vicentinos

No campo material estamos concluindo a reforma do salão paroquial que nos dará mais espaço e conforto para as atividades pastorais. Não podemos esquecer o trabalho catequético que a cada ano recebe um
maior número de crianças e jovens, além da preparação de adultos para receber os primeiros sacramentos.


O curso de noivos e a atuação constante nas atividades do setor centro residencial fazem parte, entre tantas
outras atividades pastorais e sociais, do muito que temos para comemorar nestes 76 anos que se construiu dia a dia no trabalho e na fé de seus paroquianos e amigos.

FORMAÇÃO MISSIONÁRIA

Todas as segundas feiras, após a missa das 19 horas, está acontecendo um curso de formação missionária para
preparar as pessoas que, em missão, animarão o estudo e a oração a partir da Palavra de Deus nas residências da circunscrição paroquial.

CRIAÇÃO DOS CONSELHOS PAROQUIAIS

Na última reunião do Conselho Pastoral Paroquial (CPP) foram apresentados formalmente e empossados os coordenadores, vice-coordenadores e secretários do Conselho Paroquial para Assuntos Econômicos (CPAE) e do Conselho Missionário Paroquial (COMIPA), atendendo assim às prerrogativas do Direito Canônico e da Arquidiocese.
O cristianismo é a religião da Palavra de Deus, não de uma palavra escrita e muda mas, do Verbo encarnado e vivo!  Bento XVI - VERBUM DOMINI, pág. 18.



Neste mês de setembro, organize um plano de leitura da sua bíblia, selecione um tempo e reze a partir das sagradas escrituras.

Comunicadores de Deus no cotidiano

Por Anselmo Cabral (Professor e MECEP)

Precisamos e gostamos de nos comunicar, porque seria impossível vivermos sem realizar alguma forma de comunicação. Comunicamos-nos com palavras, gestos, símbolos, cores, sinais e sons. Usamos de vários recursos para tornar compreensível aquilo que pensamos, queremos, sentimos e cremos. E a nossa capacidade de expressão é um dom com o qual contamos para tornar a realidade do mundo mais justa
e feliz para nós e para as outras pessoas.

O que estamos comunicando?
De que modo estamos fazendo comunicação cristã na sociedade?

Sociologicamente, sabemos que somos produto do meio, das relações que temos com as pessoas e da cultura na qual estamos inseridos. Tudo que faz parte do nosso contexto cultural nos atinge e nos constrói como seres sociais e comunicativos. Assim, é preciso conhecer bem a nossa cultura e as formas como ela foi construída, se quisermos penetrá-la, também, com os valores do evangelho, dos quais necessita.

No dia a dia é difícil a tarefa da evangelização, sobretudo se pensarmos em realizá-la falando sempre em termos de religião. É necessário falar a língua do povo, conhecer e usar bem as ferramentas da boa comunicação para conseguirmos falar de modo cristão sem, necessariamente, falar de religião em momentos, lugares e com pessoas que a priori não estariam abertas para tratar sobre temas que, de outro modo, podem ser simples e eficazmente abordados de forma cristã, esclarecida, contextualizada, e humanizadora!

A comunicação é para fazer o bem. Há um cântico que diz “Palavra não foi feita para dividir ninguém. Palavra é a ponte aonde o amor vai e vem”. Será sempre necessário verificar se o que nos move é o
amor e, se houver outro motivo que não seja o amor em nossas palavras, é bom pensarmos melhor em nossas próprias convicções antes de procurarmos convencer os outros sobre o que temos a dizer. Silêncio também é fala e, bem utilizado, pode ser uma forma de caridade tão importante quanto a palavra.

Pensemos sempre sobre a forma como estamos realizando nossa tarefa de comunicadores e também sobre o conteúdo das nossas comunicações no cotidiano de nossas atividades. Padre Zezinho canta que “Palavra é como brasa, queima até o fim. Quem sabe o valor cuida bem do que diz”.

Editorial

Neste mês de Setembro comemoramos o mês da Bíblia, livro inspirado por Deus, com mais de 6 bilhões de
cópias em todo o mundo. Também comemoramos este mês o dia do catequista, que têm a missão de
ensinar a Palavra àqueles que ainda não a conhecem, mostrando um novo universo onde se descortina um
mundo de ensinamentos e de amor ao próximo através do amor a Deus.

No caminho das descobertas exploramos o amor matrimonial com o segundo curso de noivos realizado este ano, ministrado por casais, aos que se unirão pelo sacramento do matrimônio, com palestras relativas a vida conjugal.

Nossa paróquia celebrou 76 anos de existência e de realizações. Tantos nos movimentos, serviços e pastorais que se consolidam através dos anos como os que vão surgindo, agregando ainda mais força e dinamismo, se percebe a efervescência da vida paroquial, em suas ações pastorais e sociais. A
missa de santo Expedito, realizada todo dia 19 de cada mês, reflete o alcance da nossa missão evagelizadora,
levando aos fiéis a Palavra de Deus e sua ação através da fé na vida das pessoas. E na qualidade de vida
agimos principalmente com a Pastoral da Saúde cujo trabalho, auxiliando principalmente aos mais idosos, leva não somente o conforto físico mas também espiritual, elevando assim a auto estima das pessoas melhorando seu bem estar e suas condições físicas e psicológicas. Melhorando sempre e construindo novos horizontes estamos formando pessoas que se dispõem a trabalhar nas santas missões populares, promovendo um pequeno curso de formação para que disponham de mais subsídios para levar a alegria do conhecimento da Palavra de Deus nas casas que fazem parte do território paroquial. Assim, vê-se que a messe é grande e para isso faz-se necessário muitos trabalhadores. Convidamos a todos que desejam servir com seus
dons nesta missão a unir-se a este mutirão missionário de serviço, dedicação, fé e amor a Deus dando sua
parcela de contribuição na construção de um mundo melhor, servindo a Deus, através do irmão.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Calendário do 2º Semestre

Setembro

13 de setembro (terça feira): festa dos
assistidos das voluntárias da caridade
19 de setembro: reunião do COMIPA
27 de setembro: dia de São Vicente de
Paulo – missa às 19h

OUTUBRO

01 de outubro (sábado): retiro co
COMIPA na Harmonia
02 de outubro (domingo): Sim à Vida:
Saída às 9h do Castelinho em Boa Viagem
03 de outubro (segunda-feira): inicio do
curso de teologia
04 de outubro: reunião conselho pastoral
12 de outubro: caminhada e corrida da
pastoral da saúde contra a hanseníase. Saída
às 8h da Harmonia em direção ao parque
da Jaqueira

NOVEMBRO

06 de novembro (domingo): romaria
Vicentina ao Morro da Conceição: saída
8h da Paróquia da Harmonia

DEZEMBRO

03 de dezembro (sábado): romaria do
Terço dos Homens ao Morro da Conceição:
saída 18h da Paróquia da Harmonia
13 de dezembro: natal dos assistidos das
voluntárias da caridade
17 de dezembro: carreata do setor centro
residencial ao Morro da Conceição pela
manhã seguida de missa festiva
19 de dezembro: confraternização natalina
da paróquia
24 de dezembro: missa do galo às 19h
25 de dezembro: missa de Natal às 9h e
17h
28 de dezembro: confraternização do setor
na Paróquia de Casa Forte
31 de dezembro: missa às 19h
01 de janeiro: missa às 9h e 17h

Curso Básico de Doutrina Católica e Formação espiritual

Lugar do Curso: Salão Paroquial - Igreja da Harmonia.
Inicio: 03 de outubro (segunda-feira depois da Missa: 19:30h até às 21:00h)

1º MÓDULO: BASES FILOSÓFICAS PARA COMPREENDER A TEOLOGIA CATÓLICA

a) Noções fundamentais de metafísica (filosofia tomista clássica) – 03 de outubro
b) Meios de conhecimento – 10 de outubro
c) A questão da verdade – 17 de outubro
d) Vontade e Liberdade – 24 de outubro
e) Alma, forma do corpo, imortalidade da alma - 31 de outubro
f ) Existência de Deus – 07 de novembro
g) A Criação - 14 de novembro

Após a conclusão deste módulo virão os seguintes:

Módulo 2: FORMAÇÃO MORAL E SOCIAL,
Módulo 3: FORMAÇÃO ESPIRITUAL

Módulo 4: TEOLOGIA

Entrada: Livre (aconselhamos um quilo de alimento não-perecível como oferta voluntária)
Professores: Pe. José Josivan Bezerra de Sales (Licenciado em Ciências da Religião e Bacharel em Filosofia e Teologia – Universidade de Navarra na Espanha) Com participação de professores convidados, especialistas em cada área.

Setembro, mês da Bíblia

Por Germana Araújo
Psicóloga e Cooperadora Paulina

Aclamado como “mês da Bíblia”, este mês quer nos impulsionar a aprofundar o amor pela Sagrada Escritura.
O mês de setembro foi acolhido pela Igreja porque 30 de setembro é dia de São Jerônimo, um grande biblista. Foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja. A Bíblia, mais que um livro, é uma carta cheia de ternura de um Pai que se comunica com seus filhos. Como tal, não pode ser apenas um ornamento em nossas casas.

A Palavra de Deus deve ser o nosso alimento de cada dia.

Mais do que história, a Bíblia é portadora de uma Mensagem que denuncia, porque toda situação de injustiça e pecado é contrária ao projeto de Deus; que também anuncia, porque proclama a boa notícia da vinda de Deus.

Na Bíblia encontramos textos para as diversas situações da vida. Ela guia e fortalece nossa fé, é útil na nossa formação, nos momentos de dificuldade, na dor e também nas alegrias: ela norteia a vida do cristão. O mês da Bíblia há de nos ajudar a nos familiarizarmos com o texto Sagrado não só pela leitura que dele se faz na liturgia, mas em nossas leituras e meditações pessoais onde nos alimentaremos com a Palavra de Deus.

Assim, estaremos preenchidos desta Verdade que nos ensina e fortalece na fé e no conhecimento da vontade de Deus; de modo que a Palavra esteja em nós para que nós possamos ser “palavra viva”. Para que, como cristãos, possamos exercer a nossa condição de apóstolo que é “levar, anunciar a Palavra de Deus aos irmãos”.