terça-feira, 4 de outubro de 2011

Arquidiocese mobiliza multidão em defesa da vida


A valorização da vida desde sua concepção até o seu término natural. Esse foi o recado dado por quase 150 mil pessoas, segundo contagem do Corpo de Bombeiros, na quinta edição da Caminhada Sim à Vida. Representantes de todas as paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife, vestiram branco, levaram faixas e bandeiras para protestar contra tudo que ameaça o maior dom de Deus. Animados por cinco trios elétricos a multidão percorreu, com muita disposição, os quase três quilômetros do trecho, na Avenida Boa Viagem, Zona Sul do Recife, para gritar principalmente por aqueles que não podem se defender.

Debaixo de sol forte e sob um calor de mais de 30 graus, o arcebispo, dom Antônio Fernando Saburido, deu início a caminhada frisando o compromisso de cada cristão com a defesa da vida. Tendo como foco principal o crime covarde do aborto, o religioso lembrou também os males que afligem não só o ser humano, mas todos os viventes, em todas as fases da vida. “Estamos aqui para protestar contra toda forma de violência, como as drogas e a degradação do meio ambiente”, afirmou.

Dom Fernando aproveitou para cobrar uma maior conscientização política dos presentes. “Existem diversos projetos de lei que pretendem legalizar o aborto, aguardando julgamento em Brasília. Temos que cobrar daqueles que escolhemos para nos representar, que eles respeitem a vida”, declarou.

E o público respondeu ao arcebispo com muita alegria, que chegou a contagiar os moradores da orla de Boa Viagem, e também os banhistas que pararam para ver a caminhada. E a criatividade foi o ponto forte da edição deste ano. A Paróquia de São Cosme e Damião, de Igarassu compôs uma ala. Em frente ao terceiro trio, uma adolescente com vestes azuis e brancas, representou Maria grávida. Atrás, um grupo de pessoas com um figurino escuro, galhos de árvore e um painel representando a natureza que sofre por causa da ação gananciosa do homem. “Mostramos o sim por excelência. O sim que trouxe definitivamente a vida para toda humanidade, por meio de Maria, e também a necessidade de darmos um sim para a manutenção da vida de nosso planeta”, explicou o pároco, padre Rosivaldo Pontes.

O jovem portador de deficiência física Rodrigo de Lima Santos, da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, saiu do município de Escada, e viajou 63 quilômetros até o Recife para participar pela primeira vez do evento. Com muita disposição, Rodrigo provou que a vida vale a pena. Apesar da limitação física, ele não parou um só minuto de dançar e louvar, agradecendo a Deus o privilégio de poder estar ali, ao mesmo tempo que pedia para a sociedade que lute em favor de uma cultura de paz.

A quinta edição do Sim à Vida, foi classificada como um sucesso pela organização. “Comemoramos, não só a quantidade de pessoas, que quase triplicou em relação ao ano passado, mas também, o trabalho de conscientização sobre o tema, realizado o ano todo nas paróquias, que sensibilizou e amadureceu mais os fieis sobre a defesa da vida”, afirmou o presidente da Comissão Arquidiocesana para a Vida e Família, padre Adriano Chagas.

A caminhada, início da Semana da Vida, que culmina com o Dia do Nascituro, celebrado no país, próximo sábado, 8,  foi encerrada com um momento de oração e a bênção de dom Fernando.

Da Assessoria de Comunicação AOR

Nenhum comentário: