quinta-feira, 24 de maio de 2012

Começa a 15ª Festa de Frei Damião

Os 15 anos de falecimento do Frei Damião de Bozzano serão celebrados a partir desta quinta-feira (24), no Convento São Félix de Cantalice, no bairro do Pina, sob os cuidados da Ordem dos Capuchinhos. A expectativa dos organizadores é de que, pelo menos, 300 mil pessoas passem pelo local até o dia 31 de maio. A festa acontece desde o falecimento do frei, que está em processo de canonização. Na programação constam missas, louvores e bênçãos.
A festa inicia com uma Missa na Matriz do Pina, às 19h, de onde sai a Procissão Luminosa com o Santíssimo Sacramento que segue até o convento de São Félix. Já na sexta-feira (25) haverá missas às 6h, 11h e 17h, além de confissões, a Bênção de São Félix e um grande ato de louvor às 19h, com o Frei Damião da Silva e a banda Guerreiros da Fé. A programação do sábado (26) começa às 6h com missa e uma segunda celebração às 11h. Já às 16h acontece o Ofício de Nossa Senhora.
Uma missa de Vigília de Pentecostes acontece às 17h, presidida por Dom Luís Pepeu, arcebispo de Vitória da Conquista (BA). O encerramento da programação fica por conta de um grande louvor com o padre João Carlos e banda, às 19h. No domingo (27), as primeiras missas acontecem às 4h, 6h e 8h. O ápice das celebrações acontece às 9h quando o arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido preside a sessão de encerramento do processo de beatificação e canonização de Frei Damião e em seguida, às 10h, celebra a Missa Solene de Pentecostes. No domingo ainda acontecem missas às 14h e 17h. O encerramento oficial acontece quinta-feira (31), com missas às 06h, 11h e 17h, além de Adoração ao Santíssimo Sacramento, ao longo da tarde.
A festa deste ano é marcada pelo lançamento do site oficial – www.freidamiao.com.br, que traz uma biografia completa do frei, além de graças, orações, informações sobre voluntariado, dentre outras. A devoção é marcada pelos presentes que os fieis depositam no túmulo e na imagem do frei, como fotos, bilhetes, velas e fitas.
Serviço:
15ª Festa de Frei Damião
24 a 31 de maio
Convento da Ordem dos Capuchinhos – Rua José Rodrigues, nº 160
Entrada franca
Informações: www.freidamiao.com.br

terça-feira, 22 de maio de 2012

Pentecostes será realizado no Pátio do Carmo

Um dia de celebrações, reflexões e atividades marcará o encontro Pentecostes: novo sopro missionário na Igreja promovido pela Arquidiocese de Olinda e Recife. O evento será realizado no dia 27  no Pátio da Basílica do Carmo, bairro de Santo Antônio, no centro do Recife, e não mais no Parque 13 de maio como havia sido anunciado anteriormente.

Em todo o mundo, católicos celebram o Jubileu de Ouro do Concílio Vaticano II. O encontro arquidiocesano também trará reflexões sobre estes ’50 anos de vida e renovação da Igreja’ O evento reunirá fiéis dos 19 municípios da arquidiocese. Foi solicitado que as missas realizadas no horário da tarde sejam canceladas para que todos possam participar do encontro. As celebrações feitas pela manhã e à noite podem ocorrer nos seus horários normais. Há dois eventos realizados pela Arquidiocese de Olinda e Recife com o objetivo de reunir todas as paróquias que a compõem. São eles: Pentecostes e Sim à Vida.

A grande novidade é realização da Jornada Arquidiocesana da Juventude (JAJ) organizada pela Comissão de Pastoral para a Juventude. A JAJ terá início às 9h e acontecerá no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora de Fátima, localizado no antigo Colégio Nóbrega, no bairro da Boa Vista, centro do Recife. Este será o reavivamento do Bote Fé Recife, ocorrido no início do ano. Durante toda a manhã, os jovens participarão de diversas atividades e às 13h, seguirão até o Pátio do Carmo, onde se unirão aos demais participantes.

Já no Pátio do Carmo, a animação ficará por conta do frei Damião Silva. O religioso acolherá os fiéis com alegria e muito louvor a Deus a partir das 14h. O cantor e compositor cearense Zé Vicente também participará do evento entoando canções inspiradas no ardor missionário da Igreja.

O ponto alto do encontro será às 17h com a Concelebração Eucarística presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Fernando Saburido, que contará com a participação de sacerdotes, religiosos e leigos das 107 paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife.


PENTECOSTES: NOVO SOPRO MISSIONÁRIO NA IGREJA
Dia: 27 de maio

Horário: 9h às 13h
Jornada Arquidiocesana da Juventude
Local: Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora de Fátima, antigo Colégio Nóbrega

Horário: 14h às 17h
Shows com frei Damião Silva e Zé Vicente
Local: Pátio da Basílica do Carmo

Horário: 17h
Concelebração Eucarística
Local: Pátio do Carmo
 Da Assessoria de Comunicação AOR

sábado, 12 de maio de 2012


Igreja de Nossa Senhora de Fátima receberá título de santuário


No próximo dia 13 de maio a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, localizada no antigo Colégio Nóbrega, receberá o título de Santuário Arquidiocesano, a ser conferido pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Antonio Fernando Saburido. Na ocasião, haverá uma missa, às 19h, e, em seguida, uma procissão pelas ruas da cidade, com descerramento da placa comemorativa e bênção das rosas.

A pedra fundamental do santuário foi lançada em 1933. Dois anos depois, em 8 de dezembro de 1935, era inaugurada – graças à ajuda da colônia portuguesa – como Capela do Colégio Nóbrega – pelo jesuíta português Pe. Domingos Gomes. A obra foi projetada pelo arquiteto francês Georges Mounier. Tem forma de cruz latina com 26 metros de altura até o teto, nave única de 14 metros de largura e uma torre de 56 metros.

A bela estátua da Virgem do Rosário mede 3 metros de altura, obra do artista português Antonio da Paz, cujo rosto reflete ternura e bondade. No coro foi construído, nos anos 90, um ossuário onde estão os restos mortais de 47 jesuítas, entre os quais os do Pe. José Aparício, confessor da vidente Irmã Lúcia de Fátima, e parte dos ossos do Pe. Mariano Pinho, confessor da mística Beata Alexandrina de Balasar. Em 2010, a igreja foi tombada pela Fundarpe.

O título será concedido em meio à festa de Nossa Senhora de Fátima, que será realizada de 6 a 13 de maio. Confira a programação:

Dia 6 às 19h – Nossa Senhora e a Promoção da Justiça – Pe. Aírton Freire. Animação: Fundação da  Terra.

Dia 7 às 19h – Nossa Senhora, Saúde dos Enfermos e Caminho da Fraternidade (Benção dos Enfermos) – Pe. Cosmo.
Dia 8 às 19h – Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos – Pe. Roberto Carlos.

Dia 9 às 19h – Nossa Senhora e Juventude – Pe. João Carlos. Animação : Grupo dos Ex-Alunos do Colégio Nóbrega.

Dia 10 às 19h – Nossa Senhora Templo do Espírito Santo – Pe. Adilson Simões. Animação Cantor Zé Vicente.

Dia 11 às 14h – Nossa Senhora Medianeira de Todas as Graças – Frei Damião Silva.

Dia 11 às 19h – Nossa Senhora e a Unidade Dos Cristãos – Pe. Lúcio Flávio S . J e Antônio Mota S . J. Animação: Cantor Zé Vicente.

Dia 12 às 19h – Nossa Senhora e a Família – Pe. Clóvis Cabral. Animação: Equipe Nossa Senhora.

Dia 13 às 6h – Alvorada Com Queima de Fogos, Oração do Angelus e Café Comunitário.
9h – Nossa Senhora e Os Enfermos – Pe. Edson Rodrigues e Pe. Antônio da Mota S . j.
12h – Nossa Senhora Mãe Misericordiosa – Frei Aluísio Fragoso.
14h – Hora da Graça: Adoração ao Santíssimo Sacramento – Sem. Rodrigo Soares de Almeida.
15h30 – Momento Mariano: Terço dos Homens.
19h – Missa Comemorativa da Declaração Canônica do Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora de Fátima, com celebração do Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fenando Saburido ( com participação dos padres jesuítas e convidados) – Animação: Grupo “Bote fé”
20h – Procissão pelas ruas da cidade, animada pelo Pe. Expedito Nascimento, com descerramento da placa comemorativa, Bênção Das Rosas e Consagração a Nossa Senhora de Fátima. Haverá, ainda, a Bênção Final de Dom Fernando Saburido e distribuição de rosas.
Fonte: Assessoria de Comunicação Unicap

Palavra do Arcebispo: Relatos da viagem missionária à África


Recentemente, nós bispos de Pernambuco, realizamos uma visita missionária à África, passando por Moçambique, Angola e África do Sul. Foi interessante perceber, de início, a diferença da realidade existente entre a África do Sul e os dois outros países visitados. Iniciamos a peregrinação por Moçambique. Naquele país, nos impressionou e emocionou a MISSÃO de DOMBE, localizada na província de Sofala- Diocese de Chimoio que tem à frente Dom Francisco.

São, aproximadamente, 1 .200 crianças e jovens de pobreza extrema, assistidos pela Obra de Maria, Fazenda da Esperança e a comunidade das Pequenas Missionárias de Maria Imaculada. Uma população de aproximadamente 90 mil habitantes, com 15 dialetos diferentes, sendo os mais comuns: O Tindal e Chona. Na área da educação, dispõe apenas da alfabetização ao 1º ano do ensino fundamental. Para continuar os estudos precisariam deslocar-se para os centros mais desenvolvidos, o que não é possível por falta de condições econômicas. Dombe não dispõe ainda de energia elétrica. Os 50 kms. de estrada de barro a partir do asfalto começa a ser trabalhada e, somente em 2014 será inaugurada. A população vive apenas da agricultura, sendo o milho o plantio mais comum. As três refeições que realizam durante o dia, quando é possível, são feitas à base do milho.

A cultura é patriarcal e entre eles é comum a poligamia. Existem homens que possuem até sete esposas. As mulheres são adquiridas através de dotes, pagos aos pais, em geral através de cabritos. Existe o problema do HIV (AIDS) em grande escala na população. Fala-se que, entre 10 mulheres 8 são portadoras do vírus, chamado SIDA na região. Poder contar com a assistência dos missionários na Missão de Dombe é um privilegio. São muitos os adolescentes e jovens da redondeza que chegam para estudar em Dombe, não encontrando abrigo passam a habitar em cabanas, feitas de Madeira e capim, dormindo no chão, sobre esteiras de palha.

Chamou-nos, particular atenção a situação da Igreja em Maputo que está enfrentando perseguição. No dia em que dois dos nossos irmãos, Dom Pepeu e Dom Magnus, chegaram à capital de Moçambique, o Arcebispo Dom Francisco Chimoio (capuchinho) estava celebrando o funeral de um sacerdote assassinado. Isto tem acontecido com freqüência com membros da Igreja Católica e ainda não se sabe a identidade do ou dos criminosos, nem os motivos das mortes.

Antes de tomar o avião para Angola, tivemos oportunidade de dar um giro em Joannesburg, cidade onde aconteceu a abertura e encerramento da Copa do Mundo de 2010 e visitar a residência do grande líder Nelson Mandela.

Em Angola, chamou-nos particular atenção a visita à Cabinda, região que luta pela sua independência. No aeroporto nos esperava o Bispo Diocesano Dom Filomeno, pessoa simpaticíssima que ao ser nomeado Bispo de Cabinda sofreu regeição por não ser nativo, pois provinha da capital de Angola (Luanda). Atualmente, tem grande aceitação e nos acompanhou durante todo o dia com atenção e amabilidade.

Na catedral, com a Igreja super lotada ,e com muita animação, concelebramos a Eucaristia. O povo nos saúdava com carinho, cantava e dançava com entusialmo tal que nos deixou impressionados. Da catedral fomos à casa da Obra de Maria e Seminário Propedêutico. Em seguida fomos à casa do bispo onde nos reunimos com sacerdotes e religiosas que assumem funções de liderança na diocese, para troca de experiências pastorais. Dom Filomeno iniciou com o questionamento: “como lida o Brasil com o problema da fome e AIDS?”. Todos participaram do debate e fomos além do tema, com diálogo muito proveitoso para os dois grupos.

É visível da parte dos africanos, pelo menos nestes três países visitados, o carinho pelo Brasil e seu povo. A todo o momento passava pela nossa memória os séculos de escravidão no Brasil, quando inúmeros africanos foram trazidos à força para aqui servirem com humilhações e maus tratos. Em algumas celebrações, inclusive, tivemos oportunidade de pedir perdão por esta história vergonhosa de nossa nação brasileira. O povo africano é simples e alegre e parece não guardar mágoas deste passado nebuloso, fato que confirma sua grandeza e capacidade de amar e perdoar.

Africa, 11 de Maio de 2012
Dom Antônio Fernando Saburido, OSB
Arcebispo de Olinda e Recife